SEBRAE RJ

Região Portuária Cidade do Rio

Imagem de título do setor Região Portuária Cidade do Rio
3 de dezembro de 2018

Feira Cidade PcD: inclusão para um mercado de R$ 700 milhões

Avanços e atualidades para pessoas com deficiência estarão na 2ª Feira Cidade PcD, de sexta a domingo. Mas os eventos pela cidade já começam nesta segunda 3.

Feira Cidade PcD: inclusão para um mercado de R$ 700 milhões

O estado do Rio de Janeiro é o segundo maior mercado do país para produtos e serviços voltados às pessoas com deficiência (PcD). Estima-se que os 4 milhões de fluminenses com algum tipo de deficiência movimentem, por ano, R$ 700 milhões. São números grandiosos que embalam a 2ª Feira Cidade PcD, nos dias 7, 8 e 9 no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova. A feira é o coração das mil e uma atividades que começam nesta segunda-feira, dia 3, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, e vão até domingo 9.

Trata-se do maior evento de inclusão, acessibilidade, orientação e mobilidade do estado. Em 2017, a feira recebeu 11 mil visitantes, e a expectativa é que o número cresça em até 50% esse ano. A abertura será em grande estilo: às 18h30, aos pés do Cristo Redentor, com o reconhecimento de atletas e outras personalidades comprometidas com a causa.

O azul, símbolo da causa, vai iluminar o Cristo e outros pontos históricos ou turísticos como o Maracanã, a Apoteose, o Copacabana Palace, o AquaRio, a Catedral, a Igreja da Penha e até o Museu de Arte Contemporânea (o MAC), em Niterói.

Este ano, a Feira Cidade PcD vai expor pela primeira vez uma casa acessível, com rampas, piso tátil, legendas e toda automatizada. Outra novidade é o OrCan MyEye, aparelho que proporciona independência a pessoas com deficiência visual, déficit de leitura, dislexia e Síndrome de Down. A partir de gestos com as mãos, a peça faz a leitura de textos e imagens. A tecnologia é de Israel.

Flash mob no Largo da Carioca

Um flash mob com cerca de 300 cadeirantes vai arrasar no Largo da Carioca já nesta segunda-feira. Haverá também demonstrações de praia acessível em Copacabana e na Barra da Tijuca e apresentações de dança de salão e samba em estações do Metrô.

Palestras, terapias, balcão de empregos, shows, veículos adaptados e competições de esportes são outras atividades à disposição, das 10h às 19h, nos três dias da feira. Haverá acesso guiado em ruas do entorno e interior, praça de alimentação, ambiente climatizado e banheiros adaptados.

– A Feira Cidade PcD agregará valor de confiabilidade aos expositores, apoiadores e visitantes, dando mais visibilidade a esse importante nicho de mercado como propulsor da economia local. Além disso, a feira possibilita pessoas com deficiência se atualizarem sobre as novas tecnologias e ações em prol do segmento – diz Geraldo Nogueira, subsecretário da Pessoa com Deficiência e um dos homenageados no evento de abertura, nesta segunda, no Cristo Redentor.

A edição 2018 da feira é organizada pela revista e site Universo PCD e conta com parcerias do Senac e do Sesc. A Prefeitura do Rio divulgará alguns projetos PcD. Um deles é o equipamento com dispositivo sonoro da CET-Rio para auxílio à travessia de cegos e orientações para a retirada de documentos e obtenção do RioCard (passe especial). A Guarda Municipal fará demonstrações do showdog usadas na cinoterapia, terapia com cães feita na Apae e no Abrigo Cristo Redentor.

Venda e apresentação de cadeiras de rodas, próteses, órteses e produtos de tecnologia assistiva em geral integram o cardápio de negócios do evento. Haverá demonstrações de tratamentos, como a equoterapia, usando cavalos da Polícia Militar. Profissionais de saúde, educação, tecnologia e jurídico darão orientações sobre a retirada de documentos e passe especial, oferecendo oficinas de dança de salão e pintura com a boca.

Carros adaptados estarão disponíveis para testes com consultores do Detran. Especialistas na Lei Brasileira de Inclusão (LBI) vão esclarecer dúvidas, explicando detalhes sobre a isenção de impostos para a compra de veículos e retirada da Carteira de Habilitação especial.

Competições esportivas e shows

O SulAmerica será também o palco da final do Campeonato Estadual de Basquete para cadeirantes. Além disso, haverá disputas de vôlei sentado, tênis em cadeira de rodas e até bocha.

No domingo de encerramento, dia 9, o Padre Omar vai comandar um show com convidados especiais, como Gabrielzinho do Irajá. Para Denis Deli, um dos coordenadores, “pensar em um mundo mais inclusivo e acessível deve ser do interesse de todos”. Segundo o último Censo do IBGE (2010), 24% dos brasileiros têm algum tipo de deficiência, o equivalente a 45 milhões. No estado do Rio, são 4 milhões, que movimentam R$ 700 milhões por ano.

– Pessoas com mobilidade reduzida, como gestantes, pessoas com criança de colo ou carrinho de bebê e idosos também são beneficiadas se tivermos uma cidade mais acessível – explica Deli.

Serviço

Evento: SESC e SENAC apresentam Cidade PCD

Data: dias 7, 8 e 9 de dezembro, das 10h às 19h

Local: Centro de Convenções SulAmérica – Avenida Paulo de Frontin, 1, Cidade Nova, RJ

Entrada franca

Fonte:
Diário do Porto
Autor:
Diário do Porto
Publicado em:
3 de dezembro de 2018

Você também vai gostar de ler