SEBRAE RJ

Eventos e Negócios Internacionais

Imagem de título do setor Eventos e Negócios Internacionais
10 de janeiro de 2020

INDÚSTRIA DE CONFECTIONERY DO BRASIL CONSOLIDA PRESENÇA INTERNACIONAL

Empresas brasileiras apostam em diversidade de portfolio para manter ritmo e garantir bons negócios na ISM 2020

INDÚSTRIA DE CONFECTIONERY DO BRASIL CONSOLIDA PRESENÇA INTERNACIONAL

Empresas brasileiras já se preparam para a ISM, feira internacional de doces e snacks, que será realizada em Colônia, na Alemanha, entre os dias 2 a 5 de fevereiro de 2020, quando o evento completará 50 anos. A delegação brasileira é formada por 21 empresas de confectionery e biscoitos: Bauducco, Berbau, Cacau Show, Cory, Divine, Dori, Embare, Fhom, Francfort, Garoto, Hershey’s do Brasil, Jazam, Marilan, M. Dias Branco, Montevergine, Neugebauer, Peccin, Santa Edwiges, Simas, Soberana e Toffano.

As empresas estarão no Pavilhão do Brasil, organizado pela ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas) e a ABIMAPI (Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados), com apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

“O conjunto de empresas apresentará na feira o seu rico e variado portfolio, com lançamentos em balas, caramelos e chocolates, em sabores e formatos inovadores, inspirados na rica diversidade e tradição brasileiras, reforçados por fortes investimentos nos últimos anos. É essa combinação que vem garantindo um desempenho excepcional das nossas exportações”, diz Ubiracy Fonseca, presidente da ABICAB.

As exportações brasileiras de confectionery aumentaram mais de 32% desde 2015 ,passando de US$ 324,2 milhões, em 2015, para US$ 429,6 milhões de janeiro a outubro de 2019, de acordo com dados disponíveis no portal de estatísticas do Governo Federal, ComexStat. As vendas recordes na maior feira de doces e snacks do Oriente Médio, a Yummex, realizada em outubro, em Dubai, confirmam o bom desempenho do setor. O volume de vendas fechadas durante o evento foi de 2,1 milhão de dólares, com perspectiva adicional de 7,9 milhões de dólares em negócios futuros.

SOBRE A ABICAB – A Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas – ABICAB foi fundada em 1957 e representa os principais fabricantes do país junto às esferas pública e privada, no Brasil. A indústria brasileira nestes setores fatura cerca de R$ 26,4 bilhões e gera mais de 42 mil empregos diretos.A entidade, que representa atualmente 92% do mercado de chocolates, 93% do mercado de balas e confeitos e 62% do mercado de amendoim, tem como objetivo central desenvolver, proteger e promover as indústrias associadas, estimulando ações para o fomento dos mercados interno e externo nestes setores, bem como o consumo responsável dos produtos. O projeto Brasil Sweets and Snacks foi desenvolvido com o objetivo de fortalecer e impulsionar os setores representado pela ABICAB. Criado em parceria com a Apex-Brasil em março de 1998, o projeto visa promover os produtos brasileiros em âmbito internacional e, atualmente, é composto por 54 empresas que exportam para mais de 140 países.

SOBRE A APEX-BRASIL – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar os objetivos, a Apex-Brasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

Fonte:
Apex Brasil
Autor:
Apex Brasil
Publicado em:
9 de janeiro de 2020

Você também vai gostar de ler