SEBRAE RJ

Grandes Empreendimentos

Imagem de título do setor Grandes Empreendimentos
7 de maio de 2021

Social Selling: aumente suas vendas com o Linkedin

Entenda o que caracteriza a estratégia do Social Selling e como funcionam, na prática, as vendas sociais

Social Selling: aumente suas vendas com o Linkedin

Se a sua empresa tem presença ativa nas redes sociais, produzindo conteúdo de valor e promovendo interações, você já deu os primeiros passos na utilização do Social Selling.

Esse termo pode ser novo para a realidade de pequenos e médios negócios. Entretanto, alguns elementos associados à prática são comuns em estratégias de marketing e vendas.

O que falta é aprimoramento – compreender o objetivo do Social Selling e aplicá-lo de forma consciente.

Vale a pena investir um tempo para esta leitura! Você vai perceber que as oportunidades do Social Selling são amplas, especialmente no LinkedIn, um território bastante propício para vendas B2B.

Conceito de Social Selling

Talvez você já tenha notado que existe uma distância significativa entre utilizar as redes sociais e, de fato, alcançar resultados relevantes para a sua marca.

Essa é uma realidade que se explica pelo volume imenso de pessoas e grandes corporações que geram conteúdo on-line atualmente.

Por isso, estratégias que estão sustentadas em relacionamento direto com o público-alvo podem ser muito mais efetivas para pequenas e médias empresas em termos de conversão.

O Social Selling segue por esse caminho. A partir da publicação de conteúdo qualificado e abordagens consultivas, as marcas estabelecem relações de confiança com potenciais clientes e os ajudam na decisão de compra.

Um aspecto importante do Social Selling é que as interações são realizadas em momentos adequados, quando as pessoas indicam que estão com uma necessidade relacionada ao segmento de atuação da sua marca.

As conversas possuem um tom de resolução de problemas e acontecem por uma razão, evitando qualquer contato inoportuno. A marca oferece informações úteis e soluções que sejam coerentes com o que cada pessoa precisa.

Vendas sociais na prática

Para começar a explorar o Social Selling, é necessário investigar quais redes sociais são mais utilizadas pelos seus potenciais clientes.

Utilize como base uma pessoa que você considera o perfil de cliente ideal e analise as suas preferências de comunicação digital. Esteja onde o seu consumidor também está.

Você e sua marca precisam transmitir credibilidade para realizar vendas sociais. Invista em produção de conteúdo informativo sobre temas relacionados ao segmento em que a sua empresa está inserida.

Não se restrinja a publicações que falam diretamente sobre os produtos ou serviços que o seu negócio oferece. Mostre um conhecimento abrangente e aprofundado sobre a área em que você atua.

As interações do Social Selling evoluem gradativamente. Primeiro você pode curtir e comentar em publicações que possuam informações relevantes para o seu negócio. Então, quando perceber uma oportunidade, você envia uma mensagem privada.

Procure contextualizar as conversas para que a pessoa entenda o motivo do contato. Faça perguntas pertinentes e mostre como as funcionalidades do seu produto atendem as necessidades do cliente.

A venda social no LinkedIn

Uma das redes sociais mais notáveis para prática do Social Selling, principalmente em vendas complexas e B2B, é o LinkedIn.

Em razão da sua essência profissional, o LinkedIn é um espaço que reúne empresas e profissionais com disposição para criar conexões vantajosas.

Segundo dados levantados pelo próprio LinkedIn, 92% dos compradores B2B estão dispostos a se conectar com vendedores de empresas consideradas referência no setor para o qual trabalham.

Não é necessário ser uma grande empresa para conquistar essa reputação. Nas redes sociais, isso é possível por meio da produção consistente de conteúdo sobre assuntos relevantes para o segmento.

As abordagens são igualmente importantes – 62% do público entrevistado pela rede social responde a vendedores que se conectam para compartilhar informações e oportunidades de mercado.

Algumas características do LinkedIn são especialmente proveitosas para o Social Selling.

Mecanismo avançado de busca

Os filtros disponíveis para realização de pesquisas no LinkedIn permitem a obtenção de dados sobre o perfil das pessoas: em qual área trabalham e como exercem suas atividades profissionais.

Ampliação das conexões

O recurso do LinkedIn que mostra as conexões em comum facilita a ampliação da rede de contatos, começando por pessoas que já estão vinculadas a perfis que você também se relaciona.

Grupos sociais

A participação em grupos é outra boa ferramenta do LinkedIn para criar conexões e prospectar vendas sociais, pois você pode selecionar grupos que tratam de temas relevantes para o seu negócio.

As vendas sociais no LinkedIn podem trazer resultados surpreendentes. Não é à toa – dados divulgados pela empresa mostram que 50% dos consumidores B2B usam a rede social como fonte quando estão tomando decisões de compra.

Para uma estratégia assertiva de Social Selling no LinkedIn, tenha uma página da sua empresa e um perfil profissional para você, enquanto representante da marca, estabelecer contato pessoal com os clientes.

Mercado pautado em relacionamento para novos negócios

As técnicas exploradas no Social Selling ocupam o espaço de um formato de vendas chamado cold calls.

Os vendedores que costumavam adotar abordagens frias tentavam retornos imediatos a partir de uma oferta direta – e, muitas vezes, invasiva – de produtos ou serviços.

Não há como sustentar estratégias como essa. São poucas respostas positivas e chances mínimas de conversão em venda.

As redes sociais são ambientes de relacionamento e representam a lógica dos negócios atuais. Tanto os clientes, como os colaboradores e parceiros buscam conexões significativas.

Não há mais justificativa para seguir com abordagens frias. As pessoas estão compartilhando informações sobre si mesmas, mostrando suas dores, o que querem e precisam.

Você tem a responsabilidade de acompanhar interações relevantes para o seu negócio. O que o seu público-alvo pensa sobre as soluções disponibilizadas pelo mercado, se as demandas são atendidas, quais são as dúvidas e os sentimentos mais comuns.

Ao observar atentamente, você terá clareza sobre qual direção seguir na produção de conteúdo e como avançar nas interações.

Vendas sociais podem exigir tempo – esse é um componente essencial em relações de confiança. Mas você terá recompensas, afinal, não há nada mais valioso para pequenas e médias empresas do que laços duradouros com os clientes.

Gostou desse conteúdo? Aproveite para assinar nossa newsletter e sempre ter acesso a dicas importantes para aprimorar esse processo!

Fonte:
Whow!
Autor:
por Redação Whow!
Publicado em:
4 de maio de 2021

Você também vai gostar de ler